Murray Oxman definiu 10 tipos de personalidades intrincadas e fatigantes:
1. Pessimista – Uso do medo e da depressão no discurso, como se nunca conseguisse nada de bom para a sua vida e nada desse certo. No entanto, quando as coisas não estão bem na vida dos outros, goza momentaneamente de alegria e reconforto.
2. Esponja de energia – É semelhante ao exemplo anterior, mas mais contagiante nos pensamentos negativos. Para além disso, fala de pessoas que não estão presentes, causando um ambiente negativo.
3. Crítico – Gosta de apontar os defeitos duma forma constante, sem se aperceber ou constatar os seus.
4. Juiz – Uma pessoa desta categoria está sempre a julgar os outros, tentando convencer ou impor que os seus gostos ou interesses são os melhores, e que os dos outros não têm qualquer valor.
5. “Vítima”-  As lamentações são frequentes, assim como os suspiros pelos problemas da sua vida, como se fosse sempre a pessoa com mais problemas, existindo sempre um pedido implícito de pena de si mesma.

6. Melindroso – É um altruísta disfarçado, na medida em que ajuda para ficar com os créditos, ou ser valorizado pela ajuda.
7. Intimidador – Consegue respeito e admiração através do medo e da intimidação, analisando as reacções e usando-as contra os outros.
8. Introspectivo – Exageradamente tímida, esta pessoa tem pouca ou nenhuma comunicação com o exterior, sendo impossível chegar até ela.
9. “Fábrica de desculpas” – Tem sempre uma resposta ou desculpa para tudo sempre que erra.
10. Desagradável – É o típico “falso frontal”, que gosta de chocar com aquilo que diz, quer ser especial e que os outros o vejam dessa forma. Assim, canaliza agressividade, dramatizando ou sendo desagradável, apenas para conseguir ser o centro das atenções.

Advertisements