Mas, principalmente, estava a chorar, porque, de repente, tive consciência do fato de que estava de pé num túnel, com o vento a bater-me no rosto. Não importava que visse a cidade. Nem o que eu pensava. Porque eu estava de pé, no túnel. E realmente estava ali. E foi o suficiente para que me sentisse infinito.

— Filme As vantagens de ser invisível.

Advertisements