(…) É difícil a gente compreender bem as criaturas e não creio que possamos conhecer ninguém a fundo, a não ser os nossos próprios compatriotas, pois os homens não são somente eles; são também a região onde nasceram,a quinta ou a casa da cidade onde aprenderam a andar, os brinquedos com que brincaram em crianças, as lendas que ouviram dos mais velhos, a comida de que se alimentaram, as escolas que frequentaram, os desportos em que se exercitaram, os poetas que leram e o Deus em que acreditaram. Todas essas coisas fizeram deles o que são, e essas coisas ninguém as pode conhecer somente por ouvir dizer, mas sim por as ter sentido. Só as pode conhecer quem é parte delas.

Somerset Maugham
– O fio da navalha

Advertisements