O último a chegar é o último a chegar, como é óbvio, mas a meta é um assunto que nos ocupa demasiado, quando o que mais interessa é o que se foi perdendo até à chegada. E não me testem – claro que posso provar que qualquer vitória se constrói sobre a perda. O truque está na perda, assim mesmo, em itálico, que é uma das palavras que só se entendem treslendo o dicionário.

(Pedro Jodão)

Advertisements